25 de Novembro de 2017
Fisioterapia

Segundo a Confederação Mundial da Fisioterapia (WCPT), a Fisioterapia visa desenvolver, manter e restaurar o máximo movimento e a capacidade funcional dos indivíduos. Neste sentido, pretende maximizar a qualidade de vida dos utentes atuando nas áreas de promoção, prevenção, tratamento/intervenção, habilitação e reabilitação. Estas áreas abrangem o bem-estar físico, psicológico, emocional e social e em circunstâncias em que o movimento e a função são ameaçados pelo envelhecimento, lesões, dor, doenças ou outros distúrbios/síndromes.

 

A Fisioterapia no Crif tem diversos meios de atuação dos quais se destacam: 

 

Fisioterapia Aquática ou Hidroterapia

A intervenção de fisioterapia em meio aquático (Hidrocinesioterapia) é a aplicação das técnicas específicas tirando partido dos efeitos da imersão e das propriedades físico-químicas da água. Pode ser realizada individualmente ou em grupo, como forma única de tratamento ou como complemento de outra modalidade.

A fisioterapia Aquática tem 3 componentes:

  • Terapêutica (tratamento e recuperação de patologias, cirurgias; ensino de auto-posturas, manutenção e melhoria do bem-estar e qualidade de vida...);
  • Educativa/Preventiva (Correção da postura, controlo da respiração, explicação de temas ligados à prevenção de doenças e promoção da saúde,...);
  • Lúdico-Recreativa (Promover a interação social, descontração, bem-estar geral, relaxamento, aumento da autoestima,...). 

 

Fisioterapia na criança/jovem adulto

Em idades mais precoces o fisioterapeuta intervém para um adequado desenvolvimento motor e psicológico da criança através do brincar e respeitando as suas competências/capacidades da mesma, reconhecendo-a não como um adulto em miniatura, mas como um ser humano em desenvolvimento. A intervenção nesta área inclui o ensino à criança/jovem, aos pais/cuidadores e a todos os intervenientes no seu desenvolvimento. A família e os diversos contextos em que a criança/jovem se movimenta são considerados de atuação privilegiada.

Esta área abrange as várias valências do CRIF e o apoio à comunidade no âmbito do Centro de Recursos para a Inclusão (CRI).

 

A Estimulação Multissensorial pelo método Snoezelen (EMS)

Consiste num recurso terapêutico com resultados positivos. A estimulação sensorial é utilizada como promotora de relaxamento e lazer, especialmente aos que estão em processos demenciais e comportamentais. Também atua como vertente preventiva, alívio da dor ou como facilitadora de aprendizagens e descoberta de emoções e reações. Os meios utilizados possuem uma forte capacidade de estimulação, atuando em múltiplos circuitos neocorticais, a nível da propriocepção, sistema vestibular e cinestésico. O snoezelen é, sem dúvida, um campo fértil de buscas, de descobertas e possibilidades para a promoção de maior qualidade de vida.

 

Fisioterapia no processo de prescrição de produtos de apoio e no centro de recursos

Como parte integrante de uma equipa multidisciplinar para a prescrição de produtos de apoio que não são de prescrição médica obrigatória e para avaliação dos candidatos do IAOQ e AC (IEFP).